Caso da Engenheira Patrícia Franco

Patrícia Franco Sofreu Tiros da Arma da PM – Assassinada no Rio de Janeiro

Hoje foi divulgado pela polícia que os tiros que atingiram a engenheira Patrícia Franco saíram da arma da PM. O caso estava correndo à mais de um ano e só agora descobriram o que já era meio óbvio.

Acredita-se que Patrícia não tenha parado numa blitz da PM a noite na Barra e por isso os policiais atiraram nela. Seu carro despencou nas margens do Canal de Marapendi e seu corpo não foi encontrado até hoje. Onde está o corpo da Patrícia?

Imagem do site do Movimento Cadê Patrícia
site movimento cade patricia

Se quiser ajudar os familiares de Patrícia e acompanhar tudo que anda acontecendo neste caso, entre no site -> www.cadepatricia.com.br

Nesta quarta (24 de junho) foi decretada a prisão dos PMs envolvidos.

OBS: Quantos casos de blitz falsas já foram vistos no Rio de Janeiro? Como esperavam que uma garota sozinha no meio da noite fosse parar numa blitz policial?

1 comentário em “Caso da Engenheira Patrícia Franco”

  1. Blitz realizada por a penas soldados em um só carro patrulha vai contra as ordens emanadas do Comando da Polícia Militar. Portanto, é falsa, criminosa. Destina-se a achacar motoristas. Verdadeira Blitz precisa ter, no mínimo, duas viaturas com suas respectivas patrulhas.

Os comentários estão encerrado.